quinta-feira, 17 de setembro de 2015

SHOW ASA BRANCA




Dando prosseguimento ao projeto do grupo Amazon Rainforest- Amazon Dancers de mostrar para os residentes do Second Life a cultura brasileira através de shows de dança e música, a diretora artística Mcpol Kamachi trás o show ASA BRANCA.

A apresentação tem a duração de 50 minutos e é dividida em 5 atos, onde o grupo apresenta um pouco da realidade e história do povo do nordeste do país (nordestinos).

O primeiro ato é Lampião e Maria Bonita, que conta a história do famoso casal que viveu no sertão do nordeste nas décadas de 20 e 30 e que até hoje divide as opiniões dos brasileiros, quando muitos os consideram bandidos violentos e outros o resultado de uma injusta e cruel discriminação social e racial existente naquela região. 



O segundo ato é Os Retirantes, que mostra a triste realidade daqueles que moram no sertão nordestino, quando precisam abandonar sua terra natal por causa da falta d’água e da miséria.



O terceiro ato é O Cordel, literatura popular do nordeste, apresentada em folhetos e panfletos, que para ser vendida eram pendurada em cordas.  Impressos normalmente em preto e branco e ilustrado com xilogravuras.




 
O quarto ato é O Forró, ritmo de dança típico do nordeste. É uma mistura de ritmos musicais que até hoje vem sofrendo modificações e adaptações, chegando mesmo a ser apresentado com instrumentos musicais muito sofisticados.
É uma dança bastante sensual e até um pouco maliciosa exigindo dos parceiros bastante cumplicidade.
Existe uma teoria de que a palavra FORRÓ vem do termo inglês FOR ALL (para todos), devido a festas populares organizadas pelos americanos na base aérea na cidade de Natal (Rio Grande do Norte), durante a 2ª Guerra Mundial.




O quinto ato é Os Bonecos, uma alusão ao evento carnavalesco da cidade do Recife (Pernambuco). Tradição vinda da Europa, apareceu inicialmente na cidade de Belém do São Francisco com a criação dos primeiros bonecos gigantes: Zé Pereira e Vitalina. Mas foi quando chegou na capital do estado (Recife) que tomou as proporções que conhecemos hoje. Os primeiros bonecos de Recife, feitos em madeira e papel machê, foram O Homem da Meia Noite e a Mulher do Meio Dia.
Hoje são mais de 80 bonecos criados com técnicas mais evoluídas, que homenageiam celebridades brasileiras e internacionais, trazendo muita alegria e estilo ao carnaval do nordeste.



O Amazon Dancers convida a participar deste show que preparou com muito orgulho e carinho só para você!


WHITE WING SHOW 

Pursuing the group Amazon Rainforest - Amazon Dancers project,  to present  Second Life’s Brazilian culture through dance and music displays, artistic director Mcpol Kamachi brings the WHITE WINGS (ASA BRANCA) show.


The presentation lasts 50 minutes and is divided into five acts, where the group shows a bit of reality and history of the northeast people (northeastern).


The first act is Lampião and Maria Bonita, which tells the story of the famous couple who lived in the northeast backwoods in the 20s and 30s and that still divides opinions among Brazilians when many considers them as  violent thugs and other the result of  an unfair and cruel social and racial discrimination existing  in the region.



The second act is Refugees (Retirantes), shows the sad reality of those who live in the northeastern backlands and need to leave their homeland because of water shortages and misery.

 


The third act is the Cordel, popular literature of the northeast, booklets and leaflets were hanging from ropes to be sold. They are usually presented in black and white and illustrated with woodcuts.



The fourth act is the Forró, typical Northeast dance beat. It is a mixture of musical rhythms and has undergone changes and adaptations to this days even be presented with very sophisticated musical instruments. It is a very sensual dance and even mischievous requiring partners quite complicity.
There is a theory that the word comes from English  FOR ALL term (for everyone) due to festivals organized by the American air base in Natal (Rio Grande do Norte) during the 2nd World War.




The fifth act The Dolls are an allusion to the carnival event in Recife (Pernambuco). The tradition came from Europe first appeared in the city of Belém de São Francisco with the creation of the first giant puppets Zé Pereira and Vitalina. But it was when it arrived in the state capital (Recife) which took the proportions we know today. The first Recife dolls made of wood and papier-mâché were The Midnight Man and Midday Woman.
Today there are more than 80 giant dolls created with more advanced techniques honoring Brazilian and international celebrities and bring joy and style to northeast Carnival.





Amazon Dancers invites to participate in this show which prepared with great pride and care just for you!






 

quarta-feira, 3 de junho de 2015

BRASIL RAÇAS E CORES


É relativamente grande o número de grupos de dança que apresentam produções bastante sofisticadas no Second Life.
Há tempos esta modalidade das artes em mundo virtuais tem nos chamado atenção pela graça dos movimentos sincronizados de seus dançarinos bem como os belos e sofisticados cenários criados para as apresentações.
Qual foi nossa surpresa quando fomos convidados para assistir uma produção brasileira de danças e músicas pois nunca tivemos a oportunidade de assistir um trabalho assim criado e coordenado por brasileiros.....ficamos hiper animados e não resistimos em pedir permissão para entrar e participar do grupo.
O Amazon Dancers faz parte do grupo Amazon Rainforest (Floresta Tropical da Amazônia), criado por Ariranha Brazil (bomxxx avedon) e Neiva Adored Avedon (neivacardoso adored) para divulgar no Second Life a cultura brasileira principalmente da região norte e nordeste do Brasil.
Os shows são criados, produzidos e dirigidos por Mcpol Kamachi (mcpol kamachi), carioca que mora no interior de São Paulo, professora de artes, trabalha com desenho gráfico e é pintora; uma apaixonada pela dança, com a qual já esteve envolvida na vida real, e hoje é seu principal foco no Second Life dirigindo os grupos Amazon Dancers e o Breezes (outro grupo de danças com pessoas de várias nacionalidades).
O grupo Amazon Dancers é composto hoje por aproximadamente 11 dançarinos, todos brasileiros exceto um que é português .
O show que será apresentado no próximo domingo dia 7 de junho de 2015 no Second Life  é o BRASIL RAÇAS E CORES, que mostra um pouquinho da cultura brasileira através da música e cenários representativos.
O Show possui  4 atos:
O primeiro ato é o Guarani .  Inspirado na opera clássico brasileira mais famosa, composto por Carlos Gomes e adaptada do romance de José de Alencar.
O segundo ato é o Trenzinho Caipira representando a música e a alegria do povo do interior.
O terceiro ato é a Aquarela, uma das principais marcas registradas brasileira no exterior. É apresentado com as cores da bandeira brasileira e com um dos ritmos que mais encanta os estrangeiros... O samba.
O quarto e último ato é o Boi, dança do folclore popular brasileiro, com personagens humanos e animais fantásticos que conta a lenda sobre a morte e ressurreição de um boi.
Boa música brasileira, muitas cores e muita diversão não vão faltar para aqueles que vierem assistir ao show!!!

http://maps.secondlife.com/secondlife/Riviera%20Island/121/123/1167

BRAZIL RACES AND COLORS

It is relatively large number of dance groups with quite sophisticated productions in Second Life.
It has been a while this mode of art in virtual world has called attention by the grace of synchronized movements of the dancers and also the beauty of the scenarios created for presentations.
What was our surprise when we were invited to watch a Brazilian dance production because we never had the opportunity to attend a show created and coordinated by Brazilian people..... we were so excited  and could not resist to ask permission to enter and participate in the group.
Amazon Dancers is part of the Amazon Rainforest group, created by
Ariranha Brazil (bomxxx avedon) and Neiva Adored Avedon (neivacardoso adored)  to present  in Second Life Brazilian culture mainly from northern and northeastern Brazil.
The shows are created, produced and directed by
Mcpol Kamachi (mcpol kamachi), born in Rio de Janeiro  and lives in São Paulo Interior, art teacher, works in graphic design and a painter; a dance passionate, has been involved with dance in real life and is now her main focus in Second Life working with the Amazon Dancers groups and the Breezes (another group of dances with people with several nationalities).
Amazon Dancers group consists today of about 11 dancers, all Brazilians but one who is Portuguese.
The show will be presented on Sunday June 7, 2015 in Second Life is called BRAZIL RACES AND COLORS, which is a little bit of Brazilian culture through music and representative scenarios.
The show has four acts:
The first act is the Guarani. Inspired by the most famous Brazilian classic opera, composed by Carlos Gomes and adapted from José de Alencar’s novel.
The second act is the Little Country Train representing the music and the joy of the country people.
The third act is the Aquarela, a leading Brazilian trademarks abroad. It is displayed with the colors of the Brazilian flag and with one of the rhythms that most enchants foreigners ... The samba.
The fourth and final act is the Ox, Brazilian popular folklore, with human and fantastic animals’ characters that tells the legend about the death and resurrection of an ox.
Brazilian good music, many colors and lots of fun will have those who will attend the show !!!




 









 



quinta-feira, 10 de julho de 2014

ANJOS

ANGELS

http://maps.secondlife.com/secondlife/LEA4/128/128/801




           A ideia de se criar uma exposição com o tema ANJOS nasceu a partir de uma conversa com And Silverblade, músico e artista gráfico, que vem desenvolvendo durante algum tempo sua capacidade de acessar canais de contato com estas figuras importantes que em muitas tradições religiosas atuam como mensageiros de planos superiores. Desenvolveu-se então o projeto de arte cuja proposta era apresentar trabalhos que falassem em diversas linguagens, acerca de tais entidades.
          Segundo algumas pesquisas feitas pelo grupo existem 8 anjos em cada categoria angelical, assim sendo, juntou-se 8 artistas que retratassem de forma mais diversificada a ideia, em 8 áreas dentro na estrutura que representa um espaço celeste.
         Participam deste trabalho os artistas:
         Adreano Constantine, criador da estrutura da exposição, que segundo sua concepção deveria apresentar como um espaço etéreo e iluminado. Também, em uma das 8 áreas individuais,  apresenta anjos criados com primitivas (prims) e algumas texturas próprias (técnicas que fascinam o artista), embalados em movimentos criados por scripts. Buscando inspiração em bibliografias que mencionam os anjos, Adreano mistura em suas obras conhecimento adquiridos, como por exemplo os anjos Metatron e Raziel, quanto sua própria concepção e inspiração dos seres.
         Abel Paulino, aproveitando sua vasta experiência em confecção de machinimas, cria giffs animados a partir de cenas criadas no próprio Second Life. Vale a pena mencionar que trata-se de uma trabalho pioneiro, pois muitos giffs animados já foram apresentados no SL, mas nunca a partir de imagens do próprio metaverso.
         And Silverblade, o inspirador deste projeto, apresenta pinturas digitais a partir de uma experiência pessoal com seres de luz. Em seu trabalho, além das imagens, o artista disponibiliza as mensagens que foram deixadas pelos anjos contatados. And, nos traz também a trilha sonora da exposição, tirada de seu CD Many Lives, disponibilizado gentilmente em seu site.
         Cullum Writer, artista reconhecida por sua imensa capacidade de criação, apresenta, segundo sua vasta experiência, imagens capturadas no Second Life através de snapshots e trabalhadas em programas de edição de imagens, com muita graça e elegância.
         Deborah Kaz, artista gráfica também na vida real, traz para esta exposição sua interpretação dos anjos através de imagens que apresentam sofisticada visão digital, que pode ser tranquilamente traduzida como arte em wireframe, envolta num ambiente que muito embora seja simples transmite a alma requintada da artista.
         Nino Vichan, artista experiente em artes no Second Life, adapta seu grito contra a violência, através de textos elaborados acerca de crueldades experimentadas por vítimas humanas e permeados por imagens renascentistas de anjos. De sua forma muito pessoal e bastante dramática, o artista clama pela proteção dos seres iluminados e que estes derramem sobre os humanos um forte sentimento de respeito, compreensão e fraternidade.
         Pol Jarvinen, conceituado artista do metaverso, apresenta de forma criativa e humorada seu trabalho, mostrando logo na entrada o aviso "Cuidado com os Anjos Caídos", ao entrar em seu ambiente nos deparamos com uma chuva de anjinhos caindo, que inundam e se esparramam pelo espaço de forma irrequieta e desordenada.
         Sunset Quinnell, artista inspirada e criada no Second Life, apresenta um trabalho de modelagem em 3D, 8 anjos em mesh que trazem profundas convicções e anseios acerca dos seres de luz. Mistura de forma muito pessoal os conceitos de concreto e abstrato na busca de sua identidade artística e traz  para esta apresentação inclusive modelos reais de sua vida pessoal como fonte de inspiração.

xxxxxxxxxxxx


           The idea of creating an exhibition with the theme ANGELS came from a conversation with And Silverblade, musician and graphic artist, who has been developing for a while his ability to access channels of contact with these important figures that in many religious traditions act as messengers of higher dimensions. From there developed the art project whose main purpose was to present art pieces that speak in different languages​​, about such creatures. 
          According to some research done by the group there are 8 angels in each angelic category, therefore, has joined 8 artists displaying in different forms in 8 areas within the structure that represents a celestial space.
          Artists participating in this work:
         Adreano Constantine, creator of the structure of the display, which according to his conception should present an ethereal and luminous space. Also, in one of the 8 individual areas, has created angels with primitives (prims) and some of own textures (techniques that fascinate the artist) packaged in motion created by scripts. Seeking inspiration in bibliographies that mention the angels, Adreano mixed knowledge acquired in his works, such as the Metatron and Raziel angels, as his own design and inspiration of those beings.
         Abel Paulino, using his great experience in making machinima, created animated created giffs from Second Life scenes. It is worthy mentioning that this is a pioneering work, because many animated giffs is shown in SL, but never from photos from the metaverse itself.
         And Silverblade, this project's inspiration, presents digital paintings from a personal experience with the beings of light. In his work, beyond the images, the artist provides the messages that were left by contacted angels. Besides he brings us this exhibition's  soundtrack, taken from his Many Lives CD, kindly available on his website.
         Cullum Writer, recognized artist for her great creation capacity, presents several images according to her great experience on capturing Second Life's images with snapshots and working them with editing programs, with such grace and elegance.
         Deborah Kaz, graphic artist also in real life, brings to this exhibition her interpretation of angels through images that show sophisticated digital vision, which can be surely translated as wireframe art, although in a simple environment it shows her exquisite soul.
         Nino Vichan, an experienced artist in Second Life's art, adjust his shout against violence, through elaborated texts about cruelties experienced by human victims and permeated by Renaissance angel's images. From his very personal and quite dramatically, the artist calls for protection of the enlightened beings and that they drop over human beings a strong sense of respect, understanding and brotherhood.
         Pol Jarvinen, renowned artist of the metaverse, presents in a creative and humorous way his work, at the entrance showing the warning "Beware of Fallen Angels" and entering the room with a rain of little falling angels, flooding and spreading around the space in a restless and disorderly manner.
         Sunset Quinnell, artist inspired and created in Second Life presents a 3D modeling pieces, 8 mesh angels who bring her deep convictions and concerns about the light beings. Mixing in a very personal way the concepts of abstract and concrete searching for her artistic identity and brings to this presentation including real models of her personal life as inspiration.